Melhorando a tomada de decisão com o parecer técnico

3 de abril de 2020
Melhorando a tomada de decisão com o parecer técnico

Toda grande operadora de saúde possui um setor de regulação e auditoria interno. Sempre que um paciente precisa de um procedimento mais complexo, por exemplo, é esse setor que vai verificar a real necessidade e a viabilidade do processo. Outras decisões, presentes em situações como a gestão do paciente internado, também devem estar de acordo com os processos estritos da auditoria. Ainda assim, muitas empresas buscam, em casos pontuais, o parecer técnico – ou segunda opinião especializada, que está presente no catálogo de serviços da Qualirede. Mas por que, por vezes, uma segunda opinião faz toda a diferença na tomada de decisão em saúde?

Barreiras a serem quebradas

A lógica que rege grande parte do serviço de saúde suplementar brasileiro é a do fee for service. Por isso, devemos compreender que cada serviço em saúde possui um valor, o que acaba oferecendo a possibilidade de manipulação do lucro. “Isso faz com que diversos profissionais indiquem, às vezes, produtos e materiais importados – em detrimento dos nacionais – por serem mais caros e mais lucrativos”, comenta Giselli Raupp, Gerente de Operações em Saúde da Qualirede.

A conta, nesse cenário, é simples. É comum que consultórios, por exemplo, já tenham fornecedores padrão, o que leva à equipe médica a não verificar o que é realmente necessário para o paciente. Assim, acaba-se por vezes gastando mais do que o necessário ou até mesmo realizando-se procedimentos invasivos que seriam perfeitamente evitáveis. 

É justamente nessa perspectiva que a auditoria e o parecer técnico buscam atuar, apresentando recomendações com embasamento científico para não só cuidar da sustentabilidade do sistema de saúde, mas principalmente, assegurar a melhora da qualidade de vida do paciente por meio dos procedimentos e tratamentos mais adequados para cada pessoa.

O parecer técnico

“O parecer técnico, ou a segunda opinião especializada, está incluso no guarda chuva da auditoria, e tem como finalidade munir a operadora com informações técnicas e científicas que vão somar às decisões internas para dar mais segurança na hora de optar pela escolha final”, sintetiza Giselli. 

Dessa forma, quando pensamos numa “segunda opinião especializada”, passamos longe do conceito de um paciente pedindo opiniões de médicos diferentes. Aqui, o que está em jogo é a averiguação das decisões de uma prestadora ou seguradora.

Assim, em casos específicos, a seguradora pode solicitar um serviço de parecer técnico para se assegurar da decisão que tomará, e agir com mais assertividade. Nesse caso, uma equipe terceirizada analisa o caso em questão (seja um cirurgia de alto custo ou risco, implante de próteses e diversas outras ações que impactam na qualidade de vida do paciente) considerando diversos aspectos, desde estudos científicos até comparações de valor e material.

O relatório final é devolvido ao solicitante que estará, com base nessa segunda opinião especializada, apto a tomar a melhor decisão para todos.

Diferenciais Qualirede

Entendendo essa demanda tão importante para a qualidade de vida dos pacientes e para a saúde financeira de operadoras de planos de saúde, a Qualirede possui diversos times aptos a realizarem o processo do parecer técnico em praticamente todas as áreas da medicina. 

“O Heart Team, composto por vários profissionais de especialidades relacionadas à cardiologia, é um dos nossos destaques”, lembra Giselli, que também destaca as equipes e profissionais aptos a realizarem o parecer técnico de oftalmologia, oncologia, ortopedia e muitas outras especialidades. 

“Nosso diferencial é a possibilidade de unir diversos profissionais em um único parecer”, aponta Giselli. Assim, com uma segunda opinião sobre uma cirurgia, por exemplo, a equipe da Qualirede está preparada para criar um parecer com a presença de cardiologistas, anestesistas e diversos outros profissionais que podem estar direta ou indiretamente relacionados ao procedimento em questão. “É preciso lembrar que a medicina não é uma ciência exata, já que existe a variável paciente. Por isso é importante um parecer [técnico] completo. Fica, em alguns casos, até difícil contestar, devido ao grande número de informações consistentes. Inclusive, normalmente incluímos ao final do relatório referências bibliográficas e outros anexos que embasam nossa opinião”, comenta.

É importante lembrar, por fim, que o maior beneficiado com o parecer técnico é sempre o paciente. “Nosso objetivo primeiro nunca é apenas o custo, Estamos lidando com vidas humanas e isso é muito importante. Se pudermos oferecer o melhor para elas por meio disso, iremos fazer”, finaliza. 

Se você quiser conhecer mais sobre esse e outros serviços oferecidos pela Qualirede, é só acessar nosso portfólio clicando aqui.  

Publicações recentes

    Deixe seu comentário