Dia Mundial do Diabetes: A importância de uma prática de vida mais saudável para a prevenção e o controle da doença

24 de novembro de 2020

No dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes, principal campanha de conscientização com foco na importância de uma prática de vida mais saudável para a prevenção e o controle da doença. Mas afinal, você sabe o que é o Diabetes? É uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou há má absorção pelo organismo.

 

A insulina é o hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue e garante a energia necessária para o nosso organismo. A pessoa com diabetes não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente.

 

No mundo, 1 em cada 11 adultos com idade entre 20 e 79 anos tem diabetes. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Diabetes, o Brasil é o país com maior número de pessoas com Diabetes da América Latina, e há mais de 16 milhões de brasileiros vivendo com a doença.

 

Estima-se que 50% das pessoas com diabetes ainda não foram diagnosticadas, ou seja, que existem cerca de 232 milhões de pessoas no mundo que não sabem que possuem a doença.

 

Principais tipos de diabetes

Diabetes tipo 1: o sistema imunológico do corpo ataca e destrói as células que produzem insulina.

Diabetes tipo 2: o corpo não produz insulina suficiente ou as células do corpo não reagem à insulina. O diabetes tipo 2 é mais comum que o tipo 1.

Diabetes gestacional: pode surgir durante a gravidez, situação em que a mulher fica com uma quantidade maior que o normal de açúcar no sangue.

 

Sintomas da doença

  • Sede constante;
  • Aumento do apetite;
  • Perda de peso;
  • Fraqueza;
  • Fadiga;
  • Infecções frequentes;
  • Cicatrização lenta;

 

Fatores de risco

  • Obesidade (inclusive a obesidade infantil);
  • Hereditariedade;
  • Falta de atividade física regular;
  • Hipertensão;
  • Níveis altos de colesterol e triglicérides;
  • Idade acima dos 40 anos (para o diabetes tipo 2);
  • Estresse emocional;

 

Fique atento aos sintomas da doença e aos fatores de risco, porque quanto mais cedo você tiver o diagnóstico e se informar sobre a doença, mais chances terá de manter uma vida saudável.

 

Complicações

As complicações são resultado do diabetes não gerenciado ou mal gerenciado. Mas, pessoas com controle adequado da doença também correm o risco de desenvolver complicações. Elas também podem surgir se o diagnóstico é realizado tardiamente.

Nesse sentido, é recomendado a realização de exames de rotina e uma prática de vida mais saudável, investindo na alimentação de qualidade e em atividade física.

 

Principais complicações do diabetes:

Doença cardiovascular;

Doença neuropática;

Doença ocular;

Complicações orais;

 

Diabetes x Doença Renal Crônica

Além das complicações já citadas acima, uma das principais complicações do Diabetes é a Doença Renal Crônica.

 

“A doença renal é muito comum em pessoas com diabetes. O diabetes causa lesão de pequenos vasos sanguíneos nos rins, e faz com que eles se tornem menos eficientes, fazendo com que o paciente necessite de tratamento para substituir a função renal, como a Hemodiálise e Diálise Peritoneal”, alerta a Enfermeira auditora do Núcleo de Custos e Especialidades da Qualirede, Barbara Letícia Dudel Mayer.

 

Curiosidades

  • A doença renal é 10 vezes mais comum em pessoas com diabetes. Segundo o Atlas de Diabetes, no mundo 44% dos portadores do diabetes desenvolvem a doença renal crônica.
  • Em estágio avançado, quando os rins já estão debilitados, a doença renal crônica pode causar perda de peso e de apetite, mal-estar e cansaço.
  • Se você tem diabetes, mantenha o controle da glicose e evite complicações de outras doenças, como a doença crônica renal.

 

Você também deve realizar:

  • Controle da pressão arterial
  • Uso correto de medicamentos
  • Hábitos saudáveis

 

Autocuidado e diabetes em tempos de Covid-19

 

Alimentação

A alimentação pode ajudar no controle de diabetes e na prevenção de possíveis complicações, como comer alimentos minimamente processados, utilizar poucas gorduras e sal na hora de cozinhar e se alimentar com regularidade .

 

Lembre-se de realizar a higienização apropriada das mãos e do ambiente na hora de preparar os alimentos.

 

Atividade física

Em tempos de isolamento social, a atividade física pode ser praticada em casa com os mesmos benefícios. O exercício melhora o controle metabólico do diabetes, reduzindo a resistência à insulina, além de ajudar a controlar o peso e fortalecer o coração e o sistema imunológico.

 

O ideal é conferir a glicemia antes da atividade e aumentar o monitoramento durante ao dia. Além disso, mantenha água e algum carboidrato simples por perto, em caso de hipoglicemia.

 

Monitorar a glicemia

Monitorar a glicemia é essencial para o bom gerenciamento do diabetes e do tratamento, e a preocupação é ainda maior durante a pandemia, uma vez que o diabetes mal controlado pode deixá-lo mais vulnerável a qualquer infecção.

 

O álcool gel 70% não deve ser usado para higienizar o dedo antes da punção capilar, uma vez que, após secar, ele forma uma película que interfere significativamente no resultado da medição.

 

Medicação

É muito importante continuar tomando sua medicação para diabetes regularmente, conforme prescritas pelo médico.

Se você usa insulina, lembre-se de conservar adequadamente os frascos ou canetas de insulina, realizando a higienização correta e o rodízio do local de aplicação. Nunca reutilize agulhas ou seringas.

 

Equilíbrio emocional

Viver em isolamento social não é uma tarefa fácil para ninguém. O diabetes, como qualquer outra doença, sofre a influência de fatores psicológicos. Os hormônios secretados na reação de estresse influenciam a taxa glicêmica. Por isso, busque equilíbrio emocional, auxílio de um psicólogo e pratique o autocuidado.

 

Ações como estas podem fazer uma grande diferença em como o diabetes afeta a sua vida e o seu dia a dia, reduza os riscos cultivando comportamentos que previnam ou minimizem complicações da doença e que promovam maior qualidade de vida. Conscientize-se sobre a doença, consulte seu médico e viva com mais qualidade de vida!

Publicações recentes

    Deixe seu comentário